Voltar para a Página Inicial

Atemóia

A atemoia é uma fruta híbrida que é obtida através do cruzamento da cherimoia (Annona cherimola, Mill) com a fruta-pinha (Annona squamosa, L.), pertencentes à família das anonáceas (a mesma da graviola).

São três variedades que estão bem aclimatadas no Brasil:

Pink Mammoth, que tem uma fruta grande e perfumada, doce e com poucas sementes.
Thompson, bem parecida, com um brix superior.
Gefner

Existe também a African Pride, originária da Austrália, que também já foi introduzida no Brasil.

O plantio da atemóia através da propagação por sementes não é recomendada porque surgem grandes variações, visto que é uma híbrida. No cultivo da atemóia, devem-se utilizar sempre mudas enxertadas e sadias. Se você deseja adquirir novas cultivares, aí sim, utilize as sementes.

A atemóia é da família das anonáceas, possui uma casca rugosa e pontiaguda, como a da graviola, trazendo em seu interior uma polpa branca com sementes negras, é resultante do cruzamento da pinha com a cherimóia, nativa das regiões tropicais do Peru, Equador e Colômbia. No Brasil as primeiras plantações começaram na década de 60, hoje a área plantada é de aproximadamente um mil hectares, concentrados nas Regiões Sul e Sudeste. O estado de maior produção de atemóia é São Paulo com 43,8%, Minas Gerais, Paraná e Bahia ficam com 18,8% cada. A plantação da atemóia está restrita em alguns países tropicais e subtropicais, por adaptar-se melhor às condições intermediárias entre a cherimóia (clima subtropical) e a pinha (clima tropical).

Artigo extraído do Wikipédia – http://pt.wikipedia.org/wiki/Atemoia